ReportagensTemática adoção na mídia

Projeto Dar Luz transforma realidade de mulheres e crianças em MS com apoio à adoção

Projeto maravilhoso que deveria ser espalhado por todo Brasil!

Projeto Dar Luz transforma realidade de mulheres e crianças em MS com apoio à adoção

Esta semana, o MS Notícias traz uma entrevista exclusiva com a juíza da Vara da Juventude, da Infância e do Idoso de Campo Grande, Katy Braun, coordenadora do Projeto Dar a Luz, lançado no dia cinco de setembro de 2011 e promovido pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul.

“Entrou em vigor em Mato Grosso do Sul um projeto revolucionário no país: gestantes que não querem ou não têm condições de criar o filho já podem procurar a justiça para apoio e orientação sobre adoção. Reduzirá o caso de abandono de recém-nascidos”Revista Isto É, edição 2.183, de 14 de setembro de 2011.

O projeto visa oferecer um serviço de acolhimento, apoio e orientação às mulheres/mães que desejam entregar seus filhos em adoção, favorecendo a reflexão sobre o processo de decisão e sobre a importância da entrega responsável.

Pela proposta, a gestante terá um espaço na vara, em que será ouvida por uma psicóloga e uma assistente social, receberá orientação sobre como conduzir com responsabilidade a gestação, as implicações de sua decisão, além de orientações sobre como agir diante de eventuais assédios para entregar de forma ilegal a criança.

Importante ressaltar que não é crime dar o filho para adoção. Crime de abandono de incapaz é, por exemplo, deixá-los na rodoviária, em portas de residências alheias ou em terrenos baldios. Confira a entrevista com juíza Kay Braun e conheça mais sobre o Dar a Luz.

Veja o vídeo no link abaixo:

http://www.msnoticias.com.br/editorias/entrevista-da-semana/projeto-dar-luz-transforma-realidade-de-mulheres-e-criancas-em-ms-com/59663/

Post anterior

Vídeo lindo sobre adoção – “Fatherless to Fatherfull” tradução livre “De Órfão à Filho”

Próximo post

Novo Cadastro Nacional de Adoção começa a ser implantado

Gravidez Invisível

Gravidez Invisível

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *