Depoimento do leitor

Depoimento de adoção: O nosso alvo é o amor

Muitos falam de amor! Ah, o amor!

Muito se fala. Pouco se pratica.

Como amar um filho? Como amá-lo se não saiu de mim? Como mãe por adoção lhe digo como amar um filho.

Primeiramente, falemos do amor do Pai por nós que já nos amava antes mesmo de nascermos. O amor de José por Jesus, que era seu filho adotivo, seu filho do coração. O amor reinou entre eles. Como não amar um ser tão especial, tão inocente? Um ser que não tem conhecimento do que se passa em sua vida? O amor de uma mãe que nunca gerou! Como dizer que ela nunca gerou, pois olhando por outro ângulo ela gerou num dos maiores exemplos de puro amor, amor gerado no coração, no lado esquerdo do peito, um amor igual ao coração de Deus, um amor comparado ao de José por Jesus.

Ah, o verdadeiro amor, não está no sangue, nem na semelhança genética da família, mas nos laços afetivos que só o amor pode explicar. O amor está em seu coração, na sua mente, não só no seu ventre. Não subestime uma mãe nem a forma de como ela foi mãe.

Ela pode lhe devorar se preciso for para defender seu filho da mesma forma ou até mais do que algumas mães que geram e não tiveram a oportunidade de conhecer o verdadeiro amor.

Amor de mãe, amor divino, amor de verdade. Porque o amor não se compra, não se mede, não se explica. Ele se sente.

Esse é o nosso amor! Alguém que pretenda falar o que desconhece precisa conhecer.

O nosso alvo é o amor.

Silvânia Marques

Post anterior

Depoimento de adoção: O nascimento da Vivi Por Juliana Sellanes

Próximo post

Feliz Dia de Ações de Graças! Happy Thanksgiving Day!

Gravidez Invisível

Gravidez Invisível

Sem Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *